al-arabic.info
Baixe e faca o upload de arquivos para seus amigos e familiares
 

BAIXAR VB40016.DLL

al-arabic.info  /   BAIXAR VB40016.DLL
postado por Mamie

VB40016.DLL

| Jogos

    Baixe o vbdll grátis! vbdll é um sistema crítico ou arquivo suspeito. Aqui está a maneira de corrigir o erro. Para resolver seu problema rapidamente, recomendamos baixar e usar a ferramenta de correção para Vbdll. Se você tiver experiência técnica e quiser. VBDLL está faltando, danificado ou não encontrado? Baixa VBDLL gratuitamente para Windows XP, 7, 8, e Saiba como corrigir o erro.

    Nome: vb40016.dll
    Formato:ZIP-Arquivar
    Sistemas operacionais: Android. Windows XP/7/10. iOS. MacOS.
    Licença:Grátis (* Para uso pessoal)
    Tamanho do arquivo:71.38 Megabytes


    VB40016.DLL BAIXAR

    Utilizar o Editor de registro incorretamente pode causar problemas graves que talvez exijam que você reinstale o Windows. Cgsi oob. Insira qualquer senha de plview97 caso solicitado. O Verificador de arquivo do sistema é uma ferramenta vital incluída no Windows. ICQ Bomber. Agora você possui um backup da sua entrada de registro relacionada dbexpint. Instruo do WordBasic A assinatura se renova automaticamente ao fim do período Veja mais.

    Para resolver seu problema rapidamente, recomendamos baixar e usar a ferramenta de correção para Vbdll. Se você tiver experiência técnica e quiser. VBDLL está faltando, danificado ou não encontrado? Baixa VBDLL gratuitamente para Windows XP, 7, 8, e Saiba como corrigir o erro. Informações do arquivo de dll. Filename: vbdll. Versãol: Tamanho do arquivo: KB Descrição: Visual Basic runtime library. Baixar. Fix DLL de erros download Vbdll, todos os métodos de soluções de erro. BAIXAR VBDLL - Digite o seguinte comando: De fato, uma vírgula colocada fora do lugar pode evitar que o seu PC se inicialize inteiramente!.

    Voc deve armazenar o seu arquivo em um banco de dados, e dar um nome para ambos: para o arquivo e para o banco de dados. Bem, vamos chamar o seu arquivo de tabela e dar a ela o nome de Clientes, e ao seu banco de dados dar o nome de Controle.

    Teremos ento um banco de dados chamado Controle que contm uma tabela chamada Clientes que conter as informaes de todos os clientes cadastrados. Nativamente o Visual Basic usa o mesmo tipo de banco de dados que o Microsoft Access, ou seja, os arquivos MDB, por isso voc pode criar o seu banco de dados usando tanto o Visual Basic como o Microsoft Access. Isto assegura que teremos uma chave nica para cada cliente cadastrado e nos fornece um ndice que agiliza no processo de localizao das informaes.

    Podemos observar que no formulrio Clientes temos: 1 Sete etiquetas labels e sete caixas de texto Textbox 2 Um objeto controle de dados Data Control 3 Cinco botes de comandos CommandButton Vamos montar o formulrio Clientes conforme descrito abaixo: 1 Inicie um novo projeto no Visual Basic. Grave o formulrio Form1 como Clientes. Por isso criamos o ndice com o campo cdigo, para utilizar com o mtodo Seek do Recordset Tabela.

    — baixar gratuitamente para Windows

    Selecione na lista de campos. Para movimentar-se pelos registros da tabela Clientes basta clicar nos botes do objeto DtaCli. Cdigo associado a cada boto de commando Dica: - A palavra Recordset pode representar um objeto e uma propriedade.

    Recordset A seguir voc pode se referir ao seu Recordset usando a varivel objeto. No esquea de defin-la previamente. No exemplo a seguir no usaremos esta notao.

    Para inserir as linhas de cdigo basta clicar duas vezes no boto correspondente do seu formulrio. SetFocus 'pe o foco na caixa de texto nome End Sub.

    Aps clicar no boto Incluir, voce pode digitar os dados referentes a cada cliente e a seguir clicar no boto Gravar para gravar as informaes na sua tabela Clientes ou cancelar o processo de incluso.

    UpdateRecord dtacli. Na rotina de gravao verificamos se os dados que so obrigatrios,no nosso caso s o telefone no , foram informados; ento nome, endereo, cidade, uf, cep no podem ser vazios empty. Se qualquer deles no for informado exibida a mensagem respectiva msgbox , o foco retorna ao campo para preenchimento setfocus e a rotina de gravao abandonada. Exit Sub Se todos os campos obrigatrios foram informados os sistema acrescenta fisicamente o registro na tabela, atravs do mtodo UpdateRecord.

    A utilizao deste mtodo, ao invs do mtodo Update,tem a vantagem de no disparar os eventos Validate e Reposition do data control A utilizao da propriedade BookMark do recordset apenas posiciona o ponteiro de registro no ultimo registro que sofreu modificaes. A seguir restauramos o nome do boto Sair e habilitamos o boto localizar. CancelUpdate dtacli. MoveLast incluir. Neste cdigo verificamos se o nome do boto esta como Cancelar, em caso positivo, cancelamos qualquer atualizao pendente atravs do metdo CancelUpdate.

    Em seguida movemos o ponteiro de registros para o ltimo registro. Finalmente habilitamos os botes Incluir, Excluir e Localizar e mudamos o nome do boto para Sair. Agora, se o nome do boto no for Cancelar solicitamos a confirmao para sair do Sistema End ou abandonar a rotina Exit Sub e retornar ao sistema.

    Delete dtacli. Refresh End If End Sub. Na rotina de excluso, Solicitamos a confirmao da excluso,e, em caso afirmativo, usamos o mtodo delete, que remove o registro do recordset e estabelece um valor nulo para o ponteiro de registro. A seguir atualizamos o objeto data control Refresh. Bookmark dtacli. Para a rotina de localizao definimos a posio atual do registro ativo usando a propriedade bookmark Definimos o ndice ativo codigo que foi criando anteriormente Solicitamos o cdigo do cliente, armazenando o valor na varivel critrio.

    Se no for informado nenhum valor para a varivel criterio retormamos o ponteiro de registro para a posio anterior ao inicio da localizao. RecordCount Else excluir 1. No cdigo acima cada vez que o o evento Reposition disparado atualizamos a propriedade Caption do controle de dados atribuando a mesma o nmero total de registro do arquivo via propriedade RecordCount. Alm disso habilitamos os botes incluir e excluir se houver registros no arquivo e desabilitamos os botes excluir e gravar se o arquivo estiver vazio.

    O evento Validate acionado quando o Data Control est para mover-se de um registro para um novo. Nesse meio tempo voc pode cancelar ou no as mudanas feitas no registro. Descreve o evento que causou o evento Validate Assume dois valores se qualquer dado for modificado se no houver modificao.

    Utilizamos o evento para validar os dados, cancelar a ao vbDataActionCancel e mudar o valor de Save quando necessrio. Case 'nao achou banco de dados MsgBox "O arquivo definido no foi encontrado! A rotina acima utilizado para interceptar erros que ocorrem quando nenhum cdigo est sendo executado. Estes erros podem ocorrer quando a carga do formulrio ainda no estiver completa. O Projeto comentado Data Access Objet - Utilize os objetos de acesso a dados para desenvolver aplicaes profissionais.

    Aprenda a criar Dynasets, Snapshots, Tables, incluir, alterar, excluir e a manipular os dados desses objetos via D. Projeto explicado passo a passo. Definicao da estrutura da tabela.

    Vamos definir uma tabela com o nome de fornecedores que estar armazenada no banco de dados Controle. Interface com o usurio Desenhando a interface com o usurio. Temos abaixo figura 1. Fig-1 Para montar o formulrio acima descrito observe os seguintes passos: 1-Inicie um novo projeto no Visual Basic. Grave o formulrio Form1 como Fornecedores. Codigo da Aplicacao. Codificando a sua aplicao. Para inserir as linhas de cdigo basta clicar duas vezes no controle correspondente do formulrio.

    OpenRecordset "fornecedores", dbOpenTable If tabela. Description, vbCritical End End Sub 3-Cdigo associado aos botes de comando para movimentar os registros.

    Private Const Const Const Const. If tabela. MovePrevious If tabela. BOF Then tabela. MoveNext If tabela. EOF Then tabela. SetFocus End Sub 5-Cdigo associado ao boto excluir dados. Delete If Not tabela. MoveNext ElseIf Not tabela. Edit altera. Update inclui. Bookmark If tabela. Controls i is TextBox then tela. Controls i. Bookmark tabela. Podemos implementar nosso sistema com uma funo que valide o nmero do CGC do Cliente. A funco para validao pode ser colocada no evento Lostfocus do controle Maskedbox CGC chamando a funo Calculacgc e passando como parmetro o nmero do CGC digitado da seguinte forma:.

    Aprenda a manipular as principais instrues da linguagem SQL de uma forma prtica. Veja nesta aplicao como incluir, atualizar, excluir dados de suas tabelas usando a SQL. Deixa a SQL fazer todo o servio. Utilizando a SQL:. Vamos definir uma tabela com o nome de agenda que estar armazenada no banco de dados Controle.

    Para montar o formulrio acima descrito observe os seguintes passos: 1-Inicie um novo projeto no Visual Basic. Grave o formulrio Form1 como Agenda. Estes botes de comando so colocados no controle picture2 e os demais no controle picture1.

    Codigo da Aplicacao Codificando a sua aplicao. OpenRecordset "Agenda", dbOpenTable tabela. RecordCount End Sub 4-Cdigo da procedure para preencher as caixas de combinao. EOF combo. AddItem arqtemp campo arqtemp. MoveNext Loop arqtemp. Close combo. Count - 1 If TypeOf janela. Controls i Is TextBox Then janela. SetFocus foto. QueryDefs "upagenda" End If area.

    Text , "", cmbestados. Text , "", cmbpaises. Execute area. CommitTrans End Sub Cdigo associado a opo sair do menu. SetFocus Else nascimento.

    Veja como gerar relatrios utilizando os recursos do Crystal Reports. Introduo:Gerando os seus relatrios com o Crystal Reports. O Crystal Reports o gerador de relatrios do Visual Basic e com ele desenhamosos relatrios de nossos aplicativos. Embora possua um objeto chamado Printer para imprimir dados, sua utilizao alm de complexa trabalhosa pois tudo deve ser codificado. Ao Contrrio, o Crystal Reports utiliza uma interface grfica apartir de onde podemos construir qualquer relatrio que necessitamos.

    Podemos iniciar o Crystal Reports atravs da opo Report Designer Junto com o Visual Basic 5. Criando um novo relatrio. Vamos gerar um relatrio baseado na tabela agenda que se encontra no banco de dados Controle. Nosso relatrio dever obedecer os seguintes parmetros: 1- Campos a serem impressos : sobrenome , endereo e a data de nascimento.

    Selecionando a opo New do menu File teremos a tela da figura 1. Aps selecionar o boto Standard , devemos selecionar a base de dados na opo Data File , para o nosso caso Controle. A seguir temos um lista de todas as tabelas e consultas gravadas na base de dados - exclua todos os elementos da lista, exceto a tabela Agenda e clique no boto Next para prosseguir.

    Como nosso relatrio esta baseado somente na tabela Agenda, o prximo passo Links, pode ser dispensado, portanto clique novamente no boto Next. Ao final devemos ter algo parecido com a figura 2. A esta altura o relatrio esta praticamente terminado, para visualiz-lo clique no boto Preview Report. Agrupando e ordenando registros.

    Para agrupar registros, ordenando-os por uma determinada coluna selecione a opo Group Section do menu Insert. Agrupando pelo campo sobrenomeem ordem ascendente veremos na tela a figura 4. Inserindo ttulos e Legendas. Vamos inserir um ttulo em nosso relatrio e uma legenda para o campo sobrenome, para isso selecione a opo Text Field Ao lado do ponteiro do mouse acompanha um retngulo que voc dever posicionar no local desejado, ou seja, na seo Title. Para criar a legenda Nome para o campo sobrenome no cabealho de grupo, selecionte Text Field Formatao de campos, campos especiais e desenho de linhas e caixas.

    Para formatar campos basta selecionar o campo desejado e clicar na opo Format do menu ou clicando com o boto direito do mouse sobre o campo teremos um menu pop-upcomo na figura 5. Pelo menu podemos acessar as opes pertinentes a um determinado campo do relatrio.

    Para o caso selecionamos o ttulo Agenda Pessoal , vamos alterar a fonte Change Font Para alterar mais de um campo selecione-os mantendo a tecla Shift pressionada. Aproveitando vamos inserir um campo referente a data no canto superior esquerdo. Selecione a opo Special Field Clique com o boto direito do mouse sobre o campo nascimento e selecione a opoChange Format Finalmente vamos desenhar um retngulo ao redor do ttulo.

    Selecione a opoBox do Menu Insert , note que o ponteiro do mouse mudou para um lpis:Desenhe o retngulo ao redor do ttulo mantendo o boto esquerdo do mouse pressionado. Se quiser colorir o retngulo clique com o boto direito do mouse sobre o mesmoe preencha-o com uma cor de sua escolha.

    Atravs do menu Insert podemos desenhar linhas, retngulos, quadrados, alm de inserir figuras e at grficos em nossos relatrios. Podemos tambm usar os cones correspondentes da barra de ferramentas como na figura 6. Trabalhando com frmulas. Vamos montar uma frmula para imprimir o nmero da pgina no rodap do relatrio.

    Para isso usamos o editor de frmulas do Crystal Reports que pode ser disparado atravs do cone ou da opo Formula Field Aps isso voc deve informar o nome da frmula no campo Formula Name para o nosso caso informe "pagina" e clique no boto OK.

    O Editor mostrado na figura 7. A funo PageNumber retorna um valor nmerico do nmero da pgina por isso usamosa funo ToText para convert-la em uma string , e a seguir usamos a funo TrimLeft para removermos os espaos a direita.

    Vamos verificar a frmula clicando no boto Check , se tudo estiver corretoo crystal informa com a mensagem No errors found indicando que a sintaxe est correta. Agora basta clicar no boto Accept e posicionar a frmula no canto esquerdo da seo Page Footer. Encerrado o relatrio basta salv-lo atravs da opo Save do menu File einformar o nome para o relatrio.

    Nosso caso informa agenda. Devemos ressaltar que a linguagem de frmulas do Crystal Reports diferente do VisualBasic, assim por exemplo, se usarmos a propriedade SelectionFormula do Crystalque permite definir condies para a impresso em nosso relatrio de forma a imprimir somente os nomes iniciados pela letra "J" teramos algo como: CrystalReport1. Determinando o estilo e inserindo uma figura em seu relatrio. Voc pode utilizar a guia Style para escolher a forma de apresentao do relatrio.

    Para isto selecione um dos estilos na caixa de listagem style e veja direita o jeito do relatrio. Se quiser pode inserir uma figura no relatrio clicando no boto Add Picture A caixa de texto Title lhe permite inserir o ttulo para o relatrio. Imprimindo o relatrio a partir de sua aplicao no Visual Basic. Agora que nosso relatrio esta pronto vamos associ-lo a nossa aplicao de forma a poder imprimlo a partir do Visual Basic.

    Para isso devemos ativar o componente do Crystal Reports para a nossa aplicao na opo Components..

    Informe um 1 - Direciona a impresso: 0-na tela 1-na impressora 2-em arquivo. Informe zero 0. RPT a ser impresso. Ver abaixo. Outra forma de ordenar os registros via cdigo utilizar a propriedade sortfields. Relatrio com dados de vrias tabelas e Seleo de registros O Crystal Reports o gerador de relatrios que vem junto com o Visual Basic. Para uma introduo torica j com um exemplo prtico clique no link Crystal. Nesta seco iremos abordar exemplos prticos abordando as dvidas mais comuns dos iniciantes.

    Vamos l. Veremos como gerar um relatrio que contenha dados oriundos de diversas tabelas, e de como selecionar os registros que queremos imprimir. Estaremos usando a verso do Crystal Reports que acompanha o Visual Basic 5. S para lembrar voc possui somente o Visual Basic 5. E vai ter que usar o Crystal Reports para gerar o relatrio. A estrutura das tabelas dada a seguir: TblAlunos codaluno nome endereco telefone nascimento nomepai nomemae observacao Periodo serie numero.

    J deu para perceber que os dados dos seus relatrios no esto todos em uma nica tabela, e, voc vai ter que juntar os dados para obter o relatrio que dever ter o seguinte layout: Nome Escola. Alm disso deveremos informar a mdia aritmtica das notas do aluno no bimestre. Aps clicar no boto Standard, devemos selecionar a base de dados na opo Data File, para o nosso caso criamos a base de dados chamada Escola.

    Como voc pode notar a tabela Tblprofessor no contm nenhum campo que iremos usar em nosso relatrio, portanto exclua-a da lista e a seguir clique no boto Next para prosseguir. No prximo passo, Links, que esta o segredo para que os dados das trs tabelas sejam incorporados ao nosso relatrio e mantenham a correspondencia entre os dados das mesmas: O Crystal reconhece os relacionamentos entre as tabelas automaticamente, mas possvel cri-los nesta etapa, bastando clicar sobre o campo de uma tabela e arrast-lo at o campo correspondente da outra tabela, apos feito isto uma linha unindo os dois campos indica que o relacionamento foi criado.

    Nesta etapa podemos tambm eliminar as associaes existentes bem como admitir novas bases de dados ao relatrio. Naturalmente uma relao vlida somente ser efetivada entre campos indexados pelo menos um e do mesmo tipo. Os campos do nosso relatrio sero os seguintes: Nome do Campo Codaluno Nome periodo serie numero nomecurso nota Ano bimestre. Tabela de Origem tblalunos tblalunos tblalunos tblalunos tblalunos tblcursos tblnotas tblnotas tblnotas. Nada animador no mesmo? Mas iremos ajust-lo ao nosso lay-out.

    Clique na aba Design para podermos ajustar o lay-out do relatrio. Primeiro iremos inserir um grupo em nosso relatrio, pois queremos agrupar os alunos por cdigo. Para isso clique no menu Insert opo Group Section. Para mover os campos clique sobre os mesmos e arraste-os para a nova posio. Para inserir um texto selecione a opo do menu Insert e a seguir Text Field, digitando o texto desejado e posicionando-o no relatrio.

    Para formatar um campo clique com o boto direito do mouse sobre o campo, o menu da figura 12 surgir com as vrias opes de formatao. Vamos agora inserir o campo que calcular a mdia aritmtica das notas dos alunos. Clique no campo nota e a seguir no boto com smbolo de somatria. A seguir na janela da figura abaixo figura 14 selecione a opo average e posicione o campo abaixo do campo nota.

    Deveremos tambm inserir uma frmula que ir mostrar a mensagem no espao observaes quando a nota do aluno para a matria for abaixo da nota mnima 5. Observe as janelas Fields, Functions e Operators. Para selecionar um de seus elementos basta clicar duas vezes sobre o mesmo.

    Finalmente voc pode clicar na aba Preview para ver o resultado final do seu trabalho figura Muito bem, e como ficaria o cdigo para imprimir o relatrio boletim. Veja exemplo detalhado. O Visual Basic utiliza o formato do banco de dados do Access, isto significa que os objetos:tabelas, consultas, ndices, etc. Esse formato de banco de dados considerado um banco de dados externo do tipo ISAM. EX: Recordsource: Agenda. Ex:Recordsource: Agenda dat. Para os arquivos do formato Xbase faa uma entrada no arquivo INI da sua aplicao com a seguinte linha:.

    INI, mas lembre-se que ao distribuir a sua aplicao voc dever instalar um arquivo INI com o mesmo nome do seu arquivo executvel no diretrio Windows do usurio.

    Ou informar o diretrio usando a propriedade IniPath. DLL FoxPro 2. Acesso via Data control. Neste caso voc pode controlar a ordem na qual os registros sero exibidos utilizando uma instruo SQL com propriedade Recordsource Desenhando a interface Vamos supor que voc quer acessar o arquivo agenda. O arquivo agenda possui a seguinte estrutura: Nome do campo Tipo Tamanho Nome Caracter 30 Endereco Caracter 30 Telefone Caracter 11 Vamos montar o formulrio Agenda conforme descrito abaixo: - Inicie um novo projeto no Visual Basic.

    Grave o formulrio Form1 como Agenda, e a seguir insira o controle de dados como indicado abaixo:. Agora adicione ao Form1 os objetos e configure as propriedades conforme a tabela 1. Cdigo do projeto. Vamos usar o mnimo de cdigo possvel, apenas para ilustrar o funcionamento da conexo do motor Jet com o arquivo agenda.

    Recordset 'designamos o conjunto de registro ' varivel recordset rs. Por isso o evento Activate verifica se a propriedade Recordcount indica que o arquivo est vazio, em caso positivo emitimos uma mensagem ao usurio mgsbox e "foramos" a incluso de um registro no arquivo. AddNew Text1 0. SetFocus 'foca caixa de texto vinculada ao nome Case 1 'boto excluir registro If MsgBox "Confirma excluso deste registro?

    Delete 'exclui registro do arquivo rs. MoveNext If rs. EOF Then If rs. Acesso utilizando a DAO. Esses so os procedimentos normalmente usados para trabalhar com os arquivos do Access. A diferena esta na sintaxe utilizada, veja a seguir como fazer: 1 - Ao invs de informar o nome do arquivo voc dever informar o caminho do diretrio de localizao de seus arquivos DBF.

    Grave o formulrio Form1 como Agenda2, o qual dever ter a seguinte aparncia:. Fig-5 - Adicione ao Form1 os objetos e configure as propriedades conforme a tabela 2.

    Vejamos agora o cdigo associado a cada evento ou boto de comando. BOF And rs. BOF Then rs. MovePrevious If rs. EOF Then rs. Edit Text1 0. Fields i , rs.

    Fields i , "" Next i Text1 0. Update 'atualiza registro End If End Sub 8-Cdigo da procedure para limpar o contedo das caixas de texto. Utilizando indices. OpenRecordset "agenda", dbOpenTable rs. Nota: O padro de ndices. NTX utilizados pelo Clipper no suportado pelo Jet. Uma forma de resolver isto utilizar filtros e ordenaes.

    Anexando arquivos DBF.

    1. INICIANDO O VISUAL BASIC - PDF

    Dependendo da situao ser mais produtivo anexar os arquivos DBF a um banco de dados padro Access. Isto permite ao Visual Basic acessar os arquivos anexados como se fossem tabelas originais do Access.

    Vejamos como fazer isto: 1 - Se voc possuir o Microsoft Access a tarefa simples. Abra o seu arquivo MDB. Na janela Anexar selecione o tipo de arquivo a anexar. Se tudo estiver certo o Access informa que o arquivo foi anexado com sucesso. Na janela banco de dados o arquivo anexado visualizado como:. Attachment Name - Nome que deseja para a tabela a anexar. As restries para as tabelas anexadas so: Voc no pode forar a integridade referencial entre as tabelas anexadas e as tabelas nativas Voc s pode abrir as tabelas anexadas como um Dynaset ou Snapshot mas no como Table Voc no pode alterar as propriedades: FieldSize, Validation Rule, DefaultValue e AllowZeroLength.

    Que tal um programa de instalao para o seu sistema em portugus?. Voc acabou de desenvolver uma aplicao em Visual Basic , testou , depurou e, finalmente, est pronto para distribu-la aos usurios finais.

    Geralmente tais usurios no possuem o Visual Basic instalado em suas mquinas. Para isto ou voc cria um programa de instalao com o Setup Wizard que determina os arquivos que voc precisa distribuir ou tenta determinar por si mesmo quais os arquivos precisam ser distribuidos. Se voc acha que pode fazer isso sem ajuda do Setup Wizard, e, s para voc sentir a complexidade da tarefa, vamos tentar relacionar o que voc ter que selecionar para distribuir: 1 - Arquivo executvel EXE , de banco de dados MDB e os arquivos INI.

    DLL ou VB DLL - OC DLL Se voc ainda no desistiu, realmente voc corajoso, v em frente e, boa sorte, voc vai precisar. O Setup Wizard fornecido com o Visual Basic e voc poder us-lo para criar um programa que instalar sua aplicao na mquina do usurio. As tarefas bsicas que o Setup Wizard faz so:. Construir o arquivo executvel EXE do seu projeto.

    Criar um programa de instalao para a sua aplicao. Determinar os arquivos necessrios para a aplicao. Compactar os arquivos do programa, copi-los e divid-los em discos para distribuio.

    Criar um grupo de programas e um cone no sistema do usurio. Vamos descrever passo a passo o processo de criao do programa de instalao e da gerao dos discos de distribuio para um projeto: agenda.

    Ao surgir tela inicial Introduction clique no boto Next e o Setup Wizard mostra a tela 1. Nesta tela selecionamos a opo Create a Setup Programa e a seguir clicamos no boto Browse Vamos clicar em Next para ir para o prximo passo. A tela 5. Para ver detalhes dos arquivos selecionados clique no boto File Details Voc pode remover qualquer arquivo que porventura j exista na mquina do usurio.

    Para distribuir o arquivo de dados clicamos no boto Add Para ver detalhes sobre cada arquivo selecione-o e clique em File Details Para ver a dependncia de cada arquivo, selecione o arquivo e observe a caixa de texto Dependency Of: Para ver o nmero de arquivos e a quantidade total de espao em disco necessria para a instalao de sua aplicao clique em Summary info Voc pode criar um arquivo modelo Template com extenso VBZ de forma a no ter que repetir todo o processo para recriar os discos ou se quiser fazer alguma modificao.

    Basta agora copiar o contedo de cada diretrio para os discos de instalao e pronto, voc j pode distribuir a sua aplicao. Simples, no!!! Infelizmente parece que no esta nos planos da Microsoft em localizar o Visual Basic em portugus, por isso quando voc gerar o assistente de instalao ele estar todo em ingls. Existe porm uma maneira de traduzirmos as mensagens e avisos do Assistente de instalao para a lngua portuguesa, vamos explicar como fazer isso passo a passo:.

    O projeto Setup1. Se voc pensou em abrir o projeto Setup1. Unable to continue. Bem chega de suspense, para facilitar a localizao para vrios idiomas, todas a mensagens esto contidas no arquivo de recurso resource files Setup1. Ento vamos l: 1 - Faa um backup do subdiretrio Setup1 por precauo. Siga o roteiro: 1 - Edite o arquivo Setup. Veja como utilizar o DBGrid suas propriedades e como configur-lo. Tire suas dvidas atravs de projeto explicado passo a passo.

    Projeto para Controle bancrio. A Grade Vinculada aos dados - DbGrid oferece um meio para visualizar vrios registros ao mesmo tempo. O seu primo pobre no VB seria o controle Grid, e, apenas para dimensionar a diferena, o Grid est limitado a linhas e colunas no Dbgrid a quantidade de linhas esta condicionada aos recursos do sistema e a colunas, sem contar que o desempenho do Dbgrid e bem superior ao do Grid.

    Enquanto o Grid precisa ser configurado quase que totalmente via cdigo, para usar o Dbgrid basta arrastar o cone do Controle para o seu formulrio e definir a propriedade DataSource para identificar o controle de dados que contm os dados que voc quer exibir, e pronto, a grade exibe todos os campos dos registros do recordset. Para preservar recursos do sistema use uma instruo SQL na propriedade Recordsource do controle de dados que o DbGrid ir utilizar.

    Utilizao e Configurao. Vejamos passo a passo como utilizar o Dbgrid com o controle de dados vinculados - Data Control. Defina a seguir as propriedades:. Name - Nome do Controle O padro data1 e Caption - Especifica o nome que aparece no controle de dados. DatabaseName - Para bancos de dados do Access, representa o nome do arquivo do banco de dados, inclusive o nome completo do caminho. RecordSource - Especifica as informaes que deseja obter no banco de dados - uma tabela, uma instruo SQL.

    Finalmente defina a propriedade DataSource vinculado-a ao controle de dados configurado anteriormente. Isto pode ser feito atravs da folha de propriedades do DBgrid fig. Chega de conceitos, vamos colocar em prtica tudo isto em um projeto simples, um pequeno controle financeiro que voc depois pode aperfeioar.

    Ento mo a obra: - objetivo: Controlar a movimentao de contas bancrias. Um formulrio MDI para o menu de opes com botes de cones. Um formulrio para cadastrar: Clientes, Contas, Transaes. Um formulrio para visualizar a movimentao de determinada conta.

    VB40016.DLL BAIXAR

    Um formulrio para incluir dados. Um formulrio para excluir dados. Um formulrio para alterar dados. Um mdulo para cdigo utilizado por toda a aplicao. Fica a seu critrio increment-lo.

    Para criar subitens clique na seta para direita repita o passo anterior e a seguir no boto Next para ir para o prximo subitem. Controle Financeiro - Definio de tabelas. Vamos agora definir o banco de dados e as tabelas utilizadas pelo sistema.

    MDB - tblcli - tblcontas - tblcodtrans - tbltrans. Vejamos agora a definio dos campos de cada tabela e a criao do banco de dados.

    Controle Financeiro - Interface com o usurio. Vamos agora desenhar a interface com o usurio. Nesta fase iremos construir trs formulrios que comporo o nosso projeto: - frmtrans - frmexcl - frmincl - frmalt. Ele ter o aspecto da fig1. Para montar o formulrio acima descrito observe os seguintes passos: 1 - Inicie um novo projeto no Visual Basic. Grave o formulrio Form1 como frmtrans. Grave o formulrio Form1 como frmincl. Tem o seguinte aspecto mostrado na fig 3.

    Grave o formulrio Form1 como frmexcl. Controle Financeiro - Cdigo do projeto. Show case 2 case 3 case 4 'sair end end select End Sub. ItemData cbocliente. OpenRecordset "tblcontas", dbOpenTable arqtemp. Text Label6. Close Maskini. OpenRecordset "tbltrans", dbOpenTable tabela. Show 1 Case 1 'excluir frmexcl. Show 1 data2.

    Baixe o Vb40016.dll e corrija o erro do tipo "dll não encontrado"!

    Refresh Case 2 'alterar if dbgrid1. Columns 0 else msgbox "Selecione um lancamento a alterar! Text 'define tipo da transacao para consulta-If cbotipo. ItemData cbotipo. OpenRecordset "tbltrans", dbOpenTable 'tabela. Columns 0. Columns 1. Columns 2. Width DBGrid1.

    Columns 3. Columns 4. Columns 5. Width dbgrid1. OpenRecordset sql, dbOpenDynaset 'If arqtemp.

    VB40016.DLL BAIXAR

    Close Exit Sub End If arqtemp. Edit arqtemp! Update arqtemp. MoveNext Loop While Not arqtemp. EOF arqtemp. AddNew maskdata. SetFocus End Sub. OpenDatabase App.

    AddItem arqtemp campo combo. ItemData combo. MoveNext Loop ' fecha recordset e no seleciona nada na combo arqtemp. Veja como configurar as principais propriedades. Acompanhe exemplo comentado passo a passo. Veja exemplo de Pesquisa Dinmica. Aprenda praticando. A principal diferena consiste no fato de a Caixa de Listagem Vinculada aos dados buscar as informaes em um recordset, enquanto que a Caixa de Listagem, obtm as informaes atravs de uma srie de instrues AddItem.

    O nome padro Data1. Com essas propriedades definidas o DBList j ser povoado. O que ser atualizado. Vamos mostrar um exemplo de utilizao tpica do Controle DBList atravs de um projeto que tem por objetivo cadastrar os funcionrios de uma empresa. Defina um ndice para o campo cdigo com nome de cdigo Defina um ndice para o campo nome com o nome de nome.

    Neste formulrio temos os seguintes controles: - 1 data control - 1 Dblist - 1 Frame - 3 Labels - 3 Textbox - 1 CommandButton. Vejamos agora o cdigo comentado para cada evento do nosso projeto. OpenRecordset "tblcad", dbOpenTable 'define o indice ativo tblcad. Recordset 'posiciona o ponteiro no primeiro registro rsdata.

    BoundText End Sub - Cdigo da funo que carrega os controles com os dados. Queremos que a medida que se digita um nome para pesquisa na Caixa de texto a Caixa de listagem seja preenchida com os nomes do banco de dados que coincidem com as letras digitadas, ou seja, se digitarmos 'A' ser mostrada na Caixa de Listagem todos os nomes que comecem com A, e assim por diante. Para isso iremos fazer as seguinte alteraes:. Agora s falta inserir o cdigo abaixo para cada evento descrito: - Cdigo da seo General Declarations do form.

    Acesso a Dados, esquemas de bloqueio de registros, a segurana do JET, atualizao dos dados, erros, conflitos e desempenho. Acompanhe projeto explicativo. Exemplo de Projeto - Comportamento Acesso Exclusivo e Compartilhado Este projeto bem simples mas serve para analisarmos como o Jet se comporta quando da abertura de arquivos em modo exclusivo e compartilhado em ambiente multiusurio. Iremos abrir o arquivo Biblio. Depois inverteremos os modos para ver o resultado.

    VB40016.DLL BAIXAR

    Voc no precisa instalar este aplicativo em uma rede para testar o compartamento da abertura dos arquivos no modo exclusivo e no modo compartilhado. Para a coisa funcionar basta voc abrir duas instncias do aplicativo e colocar as janelas lado a lado. Vamos ao Projeto, simples por sinal: 1-Crie um novo projeto denominado redes1. No form1 crie os objetos e as propriedades como listadas na tabela 1. Tabela 1. OpenDataBase dbname, iif optexclusivo, True, False 'Mostra na barra do formulrio atravs da propriedade Caption o modo de abertura do arquivo.

    Description Endif 'Mostra a mensagem de erro ao usurio e sai da procedure. Se voc necessitar bloquear alguns dados dentro de um conjunto de registros poder utilizar as opes dbDenyRead,dbDenyWrite e dbReadOnly dependendo do tipo do conjunto de registros que estiver acessando.

    Ver tabela 1. Uma forma de reduzir o nmero de erros que voc receber do Jet, quando precisar de acesso somente para leitura, abrir a tabela como um Snapshot. Iremos usar o arquivo Biblio. Inicio do Projeto : 1-Crie um novo projeto denominado redes2. Idle dbFreeLocks Command1 0. Close Command1 0. Description End Select MsgBox msg, vbExclamation Case 3 'sair da aplicao End End Select End Sub 3-Depois de pronto compile o projeto e execute duas instncias do aplicativo e coloque as janelas lado a lado como a fig 1.

    Voc ser informado que no pode abrir a tabela nestes modos. Nota : Da mesma forma voc pode usar as opes descritas acima para criar um dynaset. Voc terminou de desenvolver aquele super projeto e esta ansioso para mostrar para o seu chefe. Naturalmente voc depurou o seu cdigo e testou tudo antes de gerar os discos de instalao, afinal o seu emprego est em jogo. MDB isn't a valid Path Veja bem, quando ocorre um erro durante a execuo de um programa Visual Basic, o controle vai para uma lgica de tratamento de erros que consiste em exibir uma mensagem descrevendo a causa do erro e encerrando o programa a seguir.

    Este o procedimento padro adotado pelo Visual Basic durante a execuo de um programa compilado; no o leve a mal, ele apenas esta sendo gentil solicitando a sua interveno.

    Voc pode, e deve, intervir neste processo construindo uma lgica de interceptao e tratamento de erros no seu cdigo, que ir interceptar os possveis erros e trat-los de uma forma mais elegante que a adotada pelo procedimento padro do Visual Basic. Tudo isto se torna mais enftico quando se trabalha com banco de dados no VB, pois neste caso, teremos muitas condies de erro durante a execuo da aplicao. Lembre-se, no existem nem aplicaes nem programadores nem usurios perfeitos.

    Interceptando erros. Para interceptar um erro no Visual Basic voc usa a instruo On Error. Quando uma instruo On Error est em vigor e ocorrer um erro o VB vai executar as aes determinadas pela instruo.

    Para estar em vigor a instruo On Error deve ser executada antes da ocorrncia de um erro na mesma funo ou sub-rotina onde ocorreu o erro ou em uma funo ou sub-rotina que tenha chamado a funo ou sub-rotina onde o erro tiver ocorrido.

    VB40016.DLL BAIXAR

    A instruo On Error tem a seguinte sintaxe: On Error goto label Traduzindo-a teremos: Quando ocorrer um erro, transfira a execuo para a linha aps a etiqueta. A etiqueta um identificador alfanumrico que termina com dois pontos :. Aps a etiqueta voc fornece o cdigo que vai tratar o erro ocorrido.

    End Sub Obs. Sem ela o cdigo aps a etiqueta seria sempre executado, mesmo no havendo ocorrncia de erros. Identificando o Tipo de Erro. Cada erro gerado no Visual Basic esta associado a um nmero e tem uma descrio.

    Para identificar um erro ocorrido, informando o seu nmero, a mensagem de erro, de onde o erro procede, etc. O objeto Err foi introduzido na verso 4. Utilizaremos ento as propriedades do objeto Err para identificar o tipo de erro e fazer o seu tratamento, se for o caso.

    As principais propriedades do objeto Err que utilizaremos so: Number Description Source. Fornece Numero do erro gerado Fornece a descrio do erro. Identifica o nome do objeto que gerou o erro. Quando ocorre um erro o VB coloca o nmero do erro na propriedade Number do objeto Err, conhecendo o nmero do erro voc pode determinar o tipo de erro e tomar a deciso quanto ao seu tratamento.

    Vejamos um exemplo prtico: Vamos definir uma tabela com o nome de erro que estar armazenada no banco de dados Controle. Tudo se passa como se estivssemos fazendo a critica da entrada de dados do usurio, s que sem utilizar nenhum cdigo a no ser a interceptao e o tratamento do erro. Prevendo tal ao iniciamos o tratamento de erros e interceptando-o retornamos ao usurio a mensagem da figura 2.

    Fazemos isto utilizando a instruo Resume Next colocada aps a mensagem de aviso ao usurio. MovePrevious Form1. MoveNext Form1. OpenRecordset "erro" If rs. Text End Sub. Finalizando um tratamento de erros.

    Aps a interceptao do erro voc faz o tratamento do mesmo e tem que terminar o tratamento de erros com uma instruo que elimine o erro, caso contrrio o prprio tratamento de erros ir gerar um erro. No caso anterior a instruo que eliminou o erro foi a instruo Resume Next, pois devolveu a ao ao usurio. Vejamos abaixo as principais instrues utilizadas para eliminar um erro. Clear End. Retorna a execuo na linha que vem logo aps linha que gerou o erro Executa mais uma vez a linha que gerou o erro.

    Retorna a execuo da linha que vem aps a etiqueta citada. Retorna a execuo na linha com o nmero indicado. Sai da sub rotina atual. Sai da funo atual. Sai da propriedade atual. Redefine a lgica de tratamento de erros. Elimina o erro sem afetar a execuo do programa. Encerra a execuo do programa. Vejamos um exemplo onde simulamos vrias situaes de erro e utilizamos o tratamento de erros para determinar o nmero do erro a linha onde ocorreu o erro e que gerou o erro.

    Note que utilizamos nmeros de linha em nosso cdigo para ser possvel a identificao do nmero da linha pelo tratamento de erros. OpenDatabase dbName. OpenRecordset "erros", dbOpenTable. OpenRecordset "erro", dbOpenTable. Source Resume Next 'devolve a ao para a linha subsequente que gerou o erro.

    End Sub. Voc dever obter, ao iniciar o projeto, a mensagem da figura 3. Observe que a descrio utilizada fornecida pela propriedade description do objeto Err. A instruo que eliminou o erro foi a instruo Resume Next, pois devolve a ao para a linha subsequente que gerou o erro permitindo assim que o aplicao seja executada at o seu final.

    Principais erros relacionados a Banco de dados. Naturalmente voc deve estar preparado para prever os erros potenciais e planejar o seu tratamento, para isso devera conhecer os principais erros relacionados ao seu ambiente de trabalho. Relacionar aqui todos os erros tratveis do Visual Basic seria impossvel, mas vamos tentar listar os principais fornecendo o seu nmero e descrio, vamos l: Erros Database name' isn't a valid database name.

    Database 'name' is exclusively locked. Table 'name' is exclusively locked. Couldn't lock table 'name'; currently in use. Table 'name' already exists. Operation invalid without a current index. No current record. Duplicate value in index, primary key, or relationship. AddNew or Edit already used. Commit or Rollback without BeginTrans. Database has reached maximum size. Can't open any more tables or queries. Couldn't save; currently locked by another user. Erros relacionados a bloqueio de registros Can't update.

    Database or object is read-only. The database is opened by user 'name' on machine 'name'. Record s can't be edited; no Update Data permission on 'name'. Record s can't be deleted; no Delete Data permission on 'name'.

    Couldn't read definitions; no Read Definitions permission for table or query 'name'. Automao OLE? Mas o que OLE ento? Esta pergunta no to simples de responder, e, se pudssemos escrever um livro sobre o assunto no o esgotaramos, ento vamos por partes.

    No princpio o OLE 1. Introduzia dois conceitos: 1 - Linking.

    VB40016.DLL BAIXAR

    Cria vnculos ou referncias aos objetos armazenando no documento principal apenas os dados realmente necessrios para exibir, imprimir, etc.

    Incorpora os dados dos objetos ao documento principal. Neste contexto surgem as conceitos de objeto vinculado e do objeto incorporado, ento vejamos: Objeto Vinculado - So informaes objeto criadas em um arquivo arquivo origem e inseridas em outro arquivo arquivo destino. Embora o objeto vinculado no se torne parte do arquivo de destino, existe um vnculo, uma conexo entre os dois arquivos de forma que o objeto vinculado no arquivo de destino automaticamente atualizado quando o arquivo de origem atualizado.

    Objeto Incorporado - So informaes objeto inseridas em um arquivo arquivo de destino. Ao ser incorporado o objeto se torna parte do arquivo de destino. Ao clicar duas vezes no objeto incorporado, ele aberto no programa de origem em que foi criado. Qualquer alterao feita no objeto incorporado se refletir no arquivo de destino. Como exemplo podemos considerar um documento do Word aonde inserimos uma figura do PaintBrush.

    Word , pois solicita os dados a figura. Paintbrush, pois fornece os dados a figura. Excel , Word , PowerPoint, etc. No OLE 2. A automao OLE permite que uma aplicao seja controlada por outra aplicao. Como exemplo clssico iremos , estando no Visual Basic, solicitar ao Word que crie um novo documento e insira um texto no documento criado. Ento mos a obra: 1 - Inicie o Visual Basic, crie um novo projeto.

    Basic" objword. Bold objword. Quando você instalar um software que utilize a dependência do vb Ele é um nerd de computador contínuo e ama tudo relacionado a computadores, software e novas tecnologias. Editar incorretamente o seu registro pode fazer com que o seu PC pare de funcionar e pode criar danos irreversíveis ao seu sistema operacional.

    Instale todas as atualizações disponíveis do Windows. Os erros do DLL podem estar relacionados a drivers corrompidos ou antigos do dispositivo.

    A boa notícia é que você pode atualizar o driver frequentemente para vb Utilize o Editor de registro sob seu próprio risco. Ao continuar a navegar, você concorda com o uso de cookies conforme explicado em nossa Política de Privacidade. Localize BackOffice sob a coluna Nome. Remova ou restaure vbd. Atualize os drivers de dispositivo do seu PC.